quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Câmara e Governo cogitam rescindir contrato com a COSANPA

Moradores do Residencial Salvação, representantes de instituições como OAB/ Subseção Santarém, Prefeitura, representantes da Celpa Equatorial e vereadores se reuniram na Câmara Municipal de Santarém nesta terça-feira, 21/02, na sessão “Tribuna Livre” para tratarem do problema dos valores altos das tarifas de energia e água que estariam sendo cobrados aos consumidores do conjunto habitacional. Apesar das reclamações apontarem para os dois serviços, as discussões foram direcionadas principalmente ao da concessionária de abastecimento e saneamento.

Paula Picanço, 25 anos de idade, mora no residencial desde 16 de maio/2016 com o marido e dois filhos. Ela afirmou que a companhia tem cobrado “tarifas absurdas, além disso pagamos mais de 60% de esgoto, e para quem ganha um salário mínimo essa situação é preocupante”.

Ainda segundo a moradora, um hidrômetro foi instalado na casa dela em agosto/2016 pela empresa construtora do residencial, mas no final de dezembro alguns moradores teriam recebido os talões cobrando R$ 800,00 referentes ao consumo de água. “São cobranças absurdas, por isso estamos aqui pedindo ajuda dos vereadores. Sabemos que eles podem cancelar a empresa em nossa cidade, nós temos um microssistema. A COSANPA nunca foi nossa parceira”, aponta.

Senazar Guimarães, presidente do conselho fiscal do residencial, representou na plenária os moradores que lotaram a Câmara, e em suas palavras justificou que a idealização da sessão era definir soluções quanto às altas cobranças no consumo de água, mas lamentou que a empresa envolvida não estivesse presente nas discussões. “A ideia da sessão era discutir o problema, porque não temos condições de pagar o que está sendo cobrado de forma indevida pela COSANPA. Queremos políticas de subsídio, a COSANPA é contra, mas as famílias que residem no [Residencial] Salvação são de baixa renda”.
1
Senazar explicou que um microssistema foi implantado no Residencial pelo Governo Federal para suprir a necessidade do serviço de abastecimento. Ele sugeriu que a administração do equipamento pode ser feita por uma associação ou pela Prefeitura. “A COSANPA não realiza um serviço eficaz. Esperamos que o Poder Executivo e o Legislativo defendam nossa população e retirem a empresa. Queremos qualidade no abastecimento de água”, finaliza.

O requerimento da sessão, subscrito por todos os parlamentares, foi apresentado pelo líder do Governo na Casa, Henderson Pinto (DEM), que deu início aos trabalhos criticando a Companhia de Saneamento do Pará (COSANPA) pela ausência. “Uma demonstração de desrespeito a esta Casa, ao Poder Executivo que está presente, e de desrespeito à população santarena, que espera que o serviço seja realizado com qualidade”, indigna-se.

O parlamentar ressaltou que mesmo sem a presença da COSANPA no compromisso, os objetivos de discutir e buscar solução ao problema dos altos valores, que estariam sendo cobrados pela Companhia aos moradores do Residencial Salvação, foram mantidos. “A sessão não se prejudicou porque os encaminhamentos continuaram os mesmos: formação de uma comissão mista do Legislativo e do Executivo para ir até Belém com o presidente da COSANPA, com o objetivo de estabelecer uma taxa única no Residencial Salvação”, detalha.

O democrata ainda argumentou na tribuna acerca da possibilidade de rescisão do contrato de concessão dos serviços de abastecimento e saneamento à Companhia em Santarém. “A questão da água é do município e nós temos que cobrar enquanto Poder Público Municipal: Executivo e Legislativo. Uma empresa que está mal administrada, por isso a população em sua maioria pede a saída da COSANPA de Santarém”, orienta.

CELPA EQUATORIAL – Sobre a questão das faturas de energia elétrica, o vereador explicou que a proposta é que a concessionária leve um serviço móvel para dentro do residencial no intuito de que sejam verificadas e resolvidas as pendências junto aos moradores, além de serem feitas vistorias nas residências para que se possa constatar o que de fato estaria ocorrendo para que os valores dos talões de energia estejam altos. “A CELPA se comprometeu em levar o seu escritório itinerante para resolver essas questões a exemplo do que aconteceu no ano passado quando foram atendidas cerca de 1200 famílias”, ressalta.

O executivo de relacionamento com o cliente da CELPA EQUATORIAL, Gilliard Vaz, falou em nome da empresa na sessão. O representante enfatizou que a concessionária está sempre à disposição da sociedade para prestar esclarecimentos, e que já foram realizadas “diversas reuniões lá [Residencial Salvação] e acompanhamento quanto a essa questão das faturas”. De acordo com Vaz, um problema observado pela empresa seria a forma com que estariam utilizando a energia no residencial. “Porque a gente só cobra o que está em nosso registro”, argumenta.

O executivo admitiu que existiram erros nas cobranças logo que o residencial foi liberado para os moradores. “Fizemos a leitura por estimativa, mas foi lá no início. Agora são casos pontuais”. Gilliard Vaz explicou ainda que o programa de cobrança diferenciado denominado ‘baixa renda’ é um desconto de 10% a 65%, mas depende da forma com que a energia é usada. “A maioria [das famílias] está habilitada. Tem um critério que é a renda per capita, que tem de ser meio salário mínimo por pessoa dentro da casa”. Ele orienta também que o consumidor precisa retirar o vínculo ao baixa renda da residência anterior e inscrever a nova moradia no programa para ter direito ao benefício.

A respeito do direcionamento dado na sessão, o executivo assegurou que a empresa vai acolher. “Vamos levar o atendimento até lá [Residencial Salvação] e levar algumas equipes para já fazer a fiscalização. Fazer uma série de reuniões. Esperamos que a participação seja bem calorosa. A gente orienta, mas a maioria não está indo”, finaliza.

Prefeitura – O representante da Prefeitura de Santarém na sessão foi o ex-vereador e agora secretário de governo, Erasmo Maia. Ele explanou o posicionamento do governo Nélio Aguiar sobre a situação da companhia de abastecimento. “O município se manifestou em uma ação do Ministério Público Estadual no ano passado [2016] pela manutenção do contrato. Já este Governo [Nélio Aguiar] é o contrário. A decisão é que se estude a viabilidade o mais rápido possível de encerrar o contrato com a COSANPA”. Maia acrescentou que está sendo cogitada pelo Executivo a possibilidade de criação de uma empresa para gerir o abastecimento de água em Santarém “ou abrir uma licitação para empresas desse ramo concorrerem, e aquela que melhor se adequar e for a vencedora, logicamente, vai receber a concessão do serviço”.

Especificamente acerca do Residencial, o secretário falou qual a alternativa apontada pela Prefeitura. “Com relação aos moradores do residencial, há uma sugestão de que enquanto não houver uma solução da empresa, que seja cobrada uma taxa mínima para todos os moradores”.

Não à privatização – Narciso Sena, diretor do Sindicato dos Urbanitários, pediu a palavra na sessão, e expôs o seu posicionamento contrário à possibilidade de privatização da COSANPA. “Nós nos colocamos contra porque a gente sabe que esse processo vai acirrar mais esse debate [dos valores da tarifa] ainda. Se hoje a população acha que a política tarifária é injusta, com o processo de privatização vai ser muito pior. Hoje a tarifa praticada pela COSANPA é a terceira, quarta ou quinta mais barata do Brasil”, afirma.

Questionado pela ASCOM/Câmara sobre a qualidade do serviço, uma vez que é constante as reclamações que chegam ao Poder Legislativo de falta de água no município, o sindicalista foi enfático ao dizer que “a relação do privado é só uma: lucro em cima de lucro, e acabou. Esse discurso de que se privatizar vai melhorar o serviço está muito falacioso, é tendencioso”.

Narciso destacou ainda que “a COSANPA detém o monopólio do serviço no Estado, mas não consegue deslanchar”. De acordo com ele, a concessionária tem sofrido com a falta de investimento. “Preparação [do Governo do Estado] para a privatização. Já saiu no edital do BNDES que a COSANPA está no rol das empresas a serem privatizadas”, detalha.

Segundo o representante dos urbanitários, obras inacabadas são também causas dos problemas de abastecimento em Santarém. “Nós temos quatro reservatórios que não foram concluídos: Álvaro Adolfo, Amparo Conquista, Livramento e Irurá. As verbas saíram pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC)”. Sena finalizou afirmando que o Poder Executivo Municipal também teria responsabilidade no insucesso dos investimentos porque não acompanhou as obras. “O Governo do Estado não fiscaliza e o município também não, então fica ao deus-dará”.

CCOM CÂMARA DE VEREADORES

Secretário Pablo Barrudada realiza visita técnica na Flona do Tapajós

Pablo Barudada se reuniu com lideranças
É comunitários para traçar plano de Turismo
A equipe técnica e o secretário de Turismo da Prefeitura de Santarém estiveram na comunidade Jamaraquá, na Floresta Nacional do Tapajós (Flona do Tapajós), em Belterra, Região Metropolitana de Santarém, para uma visita técnica, na última sexta-feira (17), a fim de retomar ações que estão preestabelecidas no Plano Estratégico de Turismo Santarém/Belterra, que busca integrar o desenvolvimento turístico regional no Pará.

O secretário caminhou pela trilha ecológica
Santarém e Belterra, pelo plano estratégico, estão na região turística denominada Destino Tapajós e o objetivo desta visita visa estimular o reconhecimento e identificação das condições espaciais e produtivas, a percepção das potencialidades, a troca e a socialização de informações entre técnicos e moradores das comunidades para a organização de ações estratégicas de desenvolvimento do turismo no contexto regional adequados às reais necessidades e realidade locais.

A comunidade Jamaraquá tem uma expressividade econômica baseada no ecoturismo de base comunitária e se destaca como melhor experiência turística conduzida pelos próprios moradores.
 
Por Tadeu Pinho 

Semma constata crime ambiental em APP no Pérola do Maicá

O desmatamento foi realizado próximo
 a uma nascente
Uma área de aproximadamente 1,5 hectare de floresta desmatada foi o que constatou uma operação realizada pela Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), com parceria da Polícia Militar e Polícia Civil na manhã desta terça-feira (21), numa Área de Preservação Permanente (APP) no bairro Pérola do Maicá.

A fiscalização foi feita após demandas apresentadas pelo Conselho de Segurança da Grande Área do Maicá (Conseg), em reunião realizada na última terça-feira (14) entre Semma e lideranças comunitárias, sendo recebidas demandas relacionadas às degradações ambientais naquela região. Segundo a secretária municipal de Meio Ambiente Vânia Portela, árvores de lei apresentavam cortes de motosserra recentes. “É lamentável encontrarmos essa situação aqui. É um terreno de APP, onde existia a nascente de um igarapé. A Semma vai elaborar relatório, encaminhar aos demais órgãos competentes, buscar identificar os infratores e puni-los pelos vários crimes ambientais cometidos”, declarou.

Durante a vistoria, os criminosos não foram flagrados no local e nenhum morador soube informar quem eram os autores. A Semma vai tentar identificar os criminosos e notificá-los.

A Semma procederá com embargo da área, seguindo o artigo 48 da Lei 9.605/98, que dispõe sobre as punições e providências para crimes ambientais.

Por Júlio César Guimarães

Evangelho do Dia (22/02/2017)

Evangelho (Mt 16,13-19)

Naquele tempo, 13Jesus foi à região de Cesaréia de Filipe e ali perguntou aos seus discípulos: “Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?” 14Eles responderam: “Alguns dizem que é João Batista; outros que é Elias; outros ainda, que é Jeremias ou algum dos profetas”. 15Então Jesus lhes perguntou: “E vós, quem dizeis que eu sou?” 16Simão Pedro respondeu: “Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo”.

17Respondendo, Jesus lhe disse: “Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi um ser humano que te revelou isso, mas o meu Pai que está no céu. 18Por isso eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la. 19Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus”.

— Palavra da Salvação.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Partida de Cruzeiro X São Francisco será transmitida pela Rede Globo

Será realizado nesta quarta (22), pela Copa do Brasil, o confronto entre os times Cruzeiro e São Francisco. O jogo vai ser transmitido ao vivo pela Rede Globo. É a primeira vez que um time santareno terá uma partida oficial de futebol mostrada pela emissora.

Essa será uma oportunidade única de ver nossos jogadores em alta definição na telinha. O jogo irá ao ar após a novela das 9:00. Sabemos o tamanho do desafio, mas em se tratando de futebol nada é impossível.

Vamos torcer, secar e vibrar, pois é o nome de Santarém que estará em evidência.

Ministro Helder Barbalho vem a Santarém para visitar o Projeto Orla

Após transtornos causados pelo desabamento de um trecho do cais de arrimo em dezembro de 2016, a Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), fez os reparos no local. Em janeiro, o prefeito Nélio Aguiar viajou então até Brasília para uma audiência com o ministro da Integração Nacional Helder Barbalho (foto), o que resultou numa visita da autoridade federal ao município que será realizada nesta terça-feira (21).

Durante a audiência, o prefeito mostrou ao ministro um projeto elaborado pela Seminfra para a orla de Santarém. De acordo com Nélio Aguiar, devem ser investidos aproximadamente R$ 68 milhões do governo federal para a recuperação e conclusão do Projeto Orla. “Logo que assumi o governo, fizemos a visita à orla. Tinha acontecido o desmoronamento. A Seminfra fez todo o levantamento fotográfico. Procurei o ministro em audiência em Brasília. Mostrei toda a situação, fiquei preocupado em acontecer algum desastre”, declarou o prefeito Nélio Aguiar.

O ministro da Integração Nacional Helder Barbalho desembarca no município junto com o ministro de Minas e Energia Fernando Coelho Filho por volta de 12h30. A comitiva de Helder será composta do secretário nacional de desenvolvimento regional Marlon Cambraia; do deputado federal Francisco Aguiar; e do deputado estadual Ozório Juvenil.

Após o desembarque, os ministros seguirão junto com o prefeito Nélio Aguiar para vistoria no trecho da orla próximo ao Mercado Municipal e à Praça da Matriz.

CCOM Prefeitura de Santarém

RCC divulga programação oficial do Cristoval 2017

A Renovação Carismática Católica de Santarém (RCCS), divulgou a programação oficial do Cristoval 2017. Esse ano o retiro religioso será realizado no período de 24 e 28 de fevereiro, no Espaço Pérola do Tapajós.

O evento é voltado para aquelas pessoas que querem estar longe da folia e bailes do Carnaval tradicional. Além disso, é o momento prefeito para estar compenetrado e em comunhão espiritual com o Deus altíssimo.

O Cristoval desse ano vai contar com uma programação alegre e diversificada, com show gospel, santa missa, adoração a Deus e pregação da palavra.

Confira na imagem abaixo a programação completa

Junte-se à festa global de karaoke! Cante suas músicas favoritas com o APP Sing!

Participe desta festa de karaokê mundo afora! Cante seus sucessos favoritos com efeitos sonoros e a opção de gravação de vídeo. Aproveite recursos sociais para exibir suas obras-primas e ganhar fãs.
Destaque da GooglePlay como Melhor App Novo.

Características

- Duetos e grupos – diversão multiplicada!
- Acesso à comunidade Sing! global
- Plataforma de audiência global – compartilhar, comentar, amar
---
Novas músicas são adicionadas diariamente. O mais popular do momento no Sing!:
- Aprimoramento vocal – você vai parecer uma estrela!
** Stay With Me - Sam Smith
** All About That Bass - Meghan Trainor
** When I Was Your Man - Bruno Mars
** All of Me - John Legend
** Happy - Pharrell Williams
** Cups ("When I'm Gone") - Anna Kendrick
** Anaconda, Pound the Alarm - Nicki Minaj
** Let It Go - Idina Menzel (from Disney)
** Stay - Rihanna ft. Mikky Ekko
** Animals - Maroon 5
** The Way, Break Free - Ariana Grande
** I Won’t Give Up, I’m Yours – Jason Mraz
** One Thing, One Way Or Another - One Direction
** Good Time, Call Me Maybe – Carly Rae Jepsen
** Two Black Cadillacs, Before He Cheats – Carrie Underwood
** Eye of the Tiger - Survivoradded every day. 
** Radioactive - Imagine Dragons
** E muitas mais! Novas músicas acrescentadas o tempo todo!
Você quer uma música que ainda não esteja disponível? Sugira músicas na página do Facebook do Smule: www.facebook.com/smule
JUNTE-SE À FESTA DO KARAOKE:
Encontre e siga seus amigos em Sing! e encontre cantores incríveis do mundo todo. Ponha sua voz para fora em músicas Solo, ou junte-se a outros em Duetos e músicas de Grupos. Não fique para trás com seus amigos e cantores favoritos e goste e comente apresentações para mostrar seu apoio.
PAREÇA UMA ESTRELA:
Tenha uma voz impressionante a cada vez com a tecnologia de melhorias da Sing! Use filtros de voz especiais para apimentar sua apresentação ainda mais. Sing! é uma comunidade de apoio, alegre onde fazer músicas de todos os níveis é encorajado e apreciado.
A tecnologia de áudio do Sing! funciona melhor em dispositivos mais novos, particularmente Galaxy S3, Galaxy Note II, Galaxy Nexus, Nexus 4, Nexus 7, Nexus 10 e outros dispositivos de alta capacidade.
COMPARTILHE COM O MUNDO:
Salve suas performances em seu perfil e compartilhe com amigos e familiares via Facebook, e-mail, SMS, Google Plus ou Twitter. Compartilhe suas criações com a comunidade do Sing! e dê e receba amor.
Funções:
- Cante músicas acompanhando a letra, com linhas de tom e back vocals.
- Aprimore sua voz com o filtro especial de voz do Sing!.
- Compartilhe suas performances com a comunidade e receba Amor.
- Compartilhamento fácil com a comunidade externa via Facebook, Google Plus, Twitter, e-mail e SMS.
- E muito mais!

Evangelho do Dia (21/02/2017)

Evangelho (Mc 9,30-37)

Naquele tempo, 30Jesus e seus discípulos atravessavam a Galileia. Ele não queria que ninguém soubesse disso, 31pois estava ensinando a seus discípulos. E dizia-lhes: “O Filho do Homem vai ser entregue nas mãos dos homens, e eles o matarão, mas, três dias após sua morte, ele ressuscitará”.

32Os discípulos, porém, não compreendiam estas palavras e tinham medo de perguntar. 33Eles chegaram a Cafarnaum. Estando em casa, Jesus perguntou-lhes: “Que discutíeis pelo caminho?” 34Eles, porém, ficaram calados, pois pelo caminho tinham discutido quem era o maior.

35Jesus sentou-se, chamou os doze e lhes disse: “Se alguém quiser ser o primeiro, que seja o último de todos e aquele que serve a todos!” 36Em seguida, pegou uma criança, colocou-a no meio deles, e abraçando-a disse: 37“Quem acolher em meu nome uma dessas crianças, é a mim que estará acolhendo. E quem me acolher, está acolhendo, não a mim, mas aquele que me enviou”.

— Palavra da Salvação.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Prefeitura de Santarém convoca candidatos do cadastro reserva do concurso de 2008

A Prefeitura de Santarém, por meio da Coordenadoria Executiva de Administração (Cead) divulgou nesta segunda-feira (20), no site da prefeitura, edital de convocação dos candidatos aprovados no concurso no 001/2008. (Veja a lista dos convocados no anexo I)

Os candidatos (as) relacionados (as) devem apresentar documentação exigida para o cargo em que foram aprovados no Cadastro de Reserva, no período de 20 DE FEVEREIRO DE 2017 A 17 DE MARÇO DE 2017, na Divisão de Recursos Humanos da Coordenadoria Executiva de Administração – CEAD, localizado na Avenida Dr. Anysio Chaves, 853 – Aeroporto Velho, no horário das 8h às 14h.

O resultado preliminar da análise de documentos será divulgado no dia 24 DE MARÇO DE 2017, com previsão para sanar as pendências até o dia 30 DE MARÇO DE 2017, em que será publicado o RESULTADO FINAL.

As convocações são para os seguintes cargos:

I – Nível Fundamental Incompleto: 002 – Auxiliar Op. de Construção – Servente - Cidade; 025 – Auxiliar Op. Segurança Patrimonial – Vigia - Cidade; 027 – Auxiliar Op. Serviços Gerais – Gari - Cidade.

II – Nível Fundamental Completo: 050 – Agente Op. Conservação – Servente - Cidade; 051 – Agente Op. Seg. Patrimonial –Vigia - Cidade; 054 – Auxiliar Administrativo - Aux. Administrativo – Planalto/BR Santarém –Cuiabá; 054 – Auxiliar Administrativo - Aux. Administrativo – Planalto/PA Santarém – Curuá-Una; 054 – Auxiliar Administrativo - Aux. Administrativo – Rios - Lago Grande; 054 – Auxiliar Administrativo - Aux. Administrativo – Rios – Tapajós Boim.

 III – Nível Médio Técnico:069 – Agente Administrativo– Cidade; 071 – Agente Administrativo – Telefonista – Cidade; 077 – Agente de Fiscalização – Vigilância Sanitária – Cidade.

V – Nível Superior: 086 – Técnico de Nível Superior – Biólogo – Cidade.

VI – Grupo Magistério: 130 – Pedagogo – Cidade.

Confira o edital de convocação AQUI. 

Mais informações inerentes a esta fase do certame estão disponíveis aos interessados no quadro de avisos da Prefeitura e na página da Prefeitura de Santarém na internet (www.santarem.pa.gov.br)

Matéria da Globo e falta de Saneamento Básico em Santarém é discutido na Câmara de Vereadores

_______________________
Delegado Jardel (PTN)

Santarém e o saneamento básico

O parlamentar destacou durante pronunciamento na tribuna na manhã desta segunda-feira, 20/02, uma reportagem exibida no último domingo (19/02) pelo programa de televisão “Fantástico” da Rede Globo, em que foi mostrada a situação do saneamento básico de alguns municípios brasileiros com enfoque a um estudo que verificou como estão as 100 maiores cidades brasileiras no tratamento à questão. Jardel apontou que Santarém ficou entre as piores, e que, por isso, o Governo Municipal precisa agir para melhorar o serviço e dar qualidade de vida à população.

O vereador aproveitou ainda para elogiar a atuação dos clubes de futebol santarenos São Raimundo e São Francisco pelo clássico realizado no domingo (19/02) no estádio Colosso do Tapajós por mais uma rodada do Campeonato Paraense. O parlamentar enalteceu os torcedores pelo comportamento, e voltou a elogiar o Poder Executivo Municipal pelo projeto de lei aprovado na Casa, que o permitiu conceder ajuda financeira às duas equipes.

Delegado Jardel finalizou informando o problema de bebedouros que estariam com defeito na Escola Municipal Sofia Imbiriba, localizada no bairro Liberdade.

_____________________
Dayan Serique (PPS)

Vereador repercute falta de saneamento básico

Na sessão desta segunda feira (20), o vereador Dayan Serique ao usar a tribuna destacou a reportagem veiculada no Fantástico (programa na Globo) a qual tratou da precariedade do saneamento básico no Pará, e em especial Santarém. "O assunto não é novo, já foi abordado por outros veículos nacionais” declarou. 

"A Perola do Tapajós está entre os 100 piores municípios sem água tratada e rede de esgoto" e considerando que Santarém tem 355 anos, tem poucos bairros planejados, pois a maioria surgiu de invasões e que cabe a COSANPA a gestão sobre Saneamento e Abastecimento de Água por ser a detentora da Concessão e não está atendendo como deve aos santarenos, deixando a desejar o direito dos moradores, os quais não se recusam a pagar, mas sim, a pagar pelo serviço que deveriam receber e não recebe.

Durante seu discurso, vereador Dayan, também fez o pedido da presença do responsável pela COSANPA do Estado para prestar os esclarecimentos às cobranças a serem feitas pelos vereadores.

Santarém não possui aporte financeiro para fazer saneamento e esgoto, depende de recursos Federais e Estaduais. Isso dificulta o serviço, por conta desta dependência, sabe -se que duas obras de saneamento que estão 95% prontas, que finalizadas e atenderão 75 mil pessoas, perfazendo 1/3 da população urbana. A Câmara de vereadores tem cobrado o cumprimento do contrato da COSANPA com Santarém e já busca romper contrato e contratar uma nova empresa.

  Por Amanda Lago – Assessora de Imprensa do vereador Dayan Serique.

______________________
Valdir Matias Jr. (PV)

Matias Jr. destaca saneamento básico em Santarém

A lei 11.445, conhecida como a Lei do Saneamento, tema de uma reportagem especial do programa ‘Fantástico’, mostrada no último domingo (19), pautou o pronunciamento do vereador Valdir Matias Jr. (PV), durante o tempo de bancada, na sessão desta segunda-feira (20). O município de Santarém, segundo dados do Instituto Trata Brasil, está entre as cem cidades com o pior indicador de água tratada no país. O estudo mostra que o total de brasileiros atendidos por abastecimento de água tratada passou de 80,9% para 83,3%. A população atendida por coleta de esgoto passou de 42% para 50,3%. Já o percentual de esgoto tratado subiu de 32,5% para 42,7%. A região Norte segue com os indicadores mais baixos do país (56,9% para cobertura de água, 8,7% para esgoto e 16,4% para esgoto tratado). Santarém ocupa a 98ª posição no ranking de cidades com os piores índices quando o assunto é saneamento básico.

Aqui no município, o serviço de saneamento, que inclui a coleta, tratamento e destinação correta do esgoto além do abastecimento de água, é de responsabilidade da Companhia de Saneamento do Pará

(Cosanpa), que detêm a concessão para investir na ampliação e melhoria do sistema de abastecimento de água e tratamento de esgoto da cidade. Contudo, o serviço executado pela companhia é precário, ineficaz, que compromete a qualidade do produto servido à população. 

Em seu pronunciamento nesta manhã, o líder do PV pontuou alguns dados importantes sobre o sistema de esgoto do município. Valdir Matias Jr. destacou que existem importantes obras em andamento que vão melhorar o setor de saneamento de Santarém: as estações de tratamento de esgoto, as ETES, dos bairros Mapiri e Uruará, cujas obras ainda não foram totalmente concluídas. A ETE/Mapiri, que está em fase mais adiantada, iniciou seu funcionamento no final do ano passado. A ETE/Uruará está mais atrasada. “As duas estações de tratamento de esgoto preveem o atendimento a 75 mil pessoas. Com isso, Santarém deixaria a incomoda posição em que se encontra, pois considerando 210 mil pessoas na área urbana, passaremos a tratar o esgoto de 35,7% da população. 
O vereador sugeriu que a Câmara crie uma comissão temporária para avaliar a concessão dada à Cosanpa que, segundo ele, não tem competência técnica para gerir o serviço de tratamento e abastecimento de água em Santarém. “A Câmara precisa rever essa concessão e quem sabe abrir uma nova licitação para trazer uma empresa realmente capacitada tecnicamente para assumir os serviços de abastecimento e tratamento de água, além das estações de tratamento de esgoto do município que em pleno funcionamento vão melhorar a vida de muitos santarenos. O prefeito Nélio Aguiar precisa dar uma atenção especial para este setor, para as duas obras que são essenciais para melhorar a qualidade de vida da nossa população”, finalizou Valdir Matias Jr.

Investimentos da Cosanpa - Em 2015, o governo do estado anunciou com pompa o contrato firmado pela Cosanpa com o Ministério das Cidades para obras de saneamento em Santarém, com investimentos na ordem de R$ 150 milhões.

Além disso, a renovação do contrato de concessão para prestação do serviço de abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto, entre a Companhia e a Prefeitura de Santarém, em junho de 2013, previa ainda serviços de captação, adução e tratamento de água bruta; adução, reservação e distribuição de água tratada; coleta, transporte, tratamento e disposição final de esgoto sanitário. O contrato tem duração de 25 anos. A Cosanpa também financiaria obras de melhoria da rede de esgoto em Santarém, no valor de R$ 176,3 milhões, incluindo a coleta e o tratamento de resíduos na sede municipal de Santarém e na Vila de Alter do Chão. Os investimentos até hoje não ocorreram conforme o Programa de Metas estabelecido pela Companhia.

Por Marcos Santos – Assessor de Imprensa do vereador Valdir Matias Jr.

 
____________________
Júnior Tapajós (PR)

No início desta manha, o vereador Júnior Tapajós levou à tribuna um problema crônico e antigo que afeta a maioria dos lares santarenos, a falta d'água. De acordo com o parlamentar este é um problema simples de se resolver e depende apenas de um pouco mais de boa vontade dos gestores da Superintendência Regional da COSANPA. "Precisamos de uma empresa que tenha capacidade de fornecer água aos munícipes santarenos. Quando uma bomba queima, ou alguma peça de um poço da defeito, tem bairro que fica até 20 dias sem água, tudo isso porque a COSANPA não dispõe de bomba reserva, não temos gerador elétrico reserva, quando  queima um tem que esperar consertar ou mesmo vir de Belém". Relata o vereador.

Júnior Tapajós afirma que a solução é simples e que não custaria tanto assim. A aquisição de peças reservas no escritório local evitaria todos esses transtornos. "Não podemos é trabalhar no limite o tempo todo, causando sofrimento para a população".

O parlamentar lembrou ainda em sua fala que, o governo do Estado em 2014 assinou uma ordem de serviço para resolver a questão do abastecimento de água em Santarém, a obra não aconteceu e o problema continua, inclusive nos domicílios que tem rede da COSANPA.

Tapajós registrou também o esforço do diretor anterior e atual da Superintendência da COSANPA, o senhor Francisco Lopes, em resolver este problema. " Tenho acompanhado o esforço dos gestores que passaram pela COSANPA e do atual gestor também, mais é preciso a parceria também da diretoria da presidência maior do Estado para que o escritório local tenha condições de fornecer um serviço de melhor qualidade aos santarenos". Concluiu o parlamentar.

Por Márcia Reis – Assessora de Imprensa do vereador Júnior Tapajós

Vexame: programa Fantástico, da Rede Globo, mostra Santarém entre as 100 piores cidades em Saneamento Básico

Esse é o retrato ao avesso da cidade de Santarém. A triste realidade dos munícipes foi mostrada em poucas linhas na noite do domingo (20), no programa Fantástico, da Rede Globo.

O noticiário utilizou as informações de um levantamento feito pelo Instituto Trata Brasil, aonde apontam os 100 piores municípios com saneamento básico do país. Tristemente informado, mas fato, Santarém ocupa a posição 98, ficando próxima a capitais e grandes cidades.
Santarém ocupa a 98° posição do ranking
É importante ressaltar que durante as campanhas políticas um dos assuntos mais debatidos é o saneamento básico, porém é um dos menos praticados. Inclusive, o atual prefeito de Santarém, Nélio Aguiar, utilizou o mesmo argumento utilizado na reportagem global de que "acada real gasto em Saneamento Básico, se economiza R$ 4,00 em saúde", mas a realidade é bem diferente, pois até o momento nenhum plano para acabar com esse problema não saiu do papel.

Atualmente, existem duas Estações de Tratamento de Esgoto (ETE), uma no Mapiri e outra no Urucará, mas nenhuma está funcionando plenamente.

Enfim, esse problema não é de hoje, entra prefeito e sai prefeito e o Saneamento Básico continua na mesma em Santarém, e pelo o que estamos vendo esse assunto vai continuar sendo pauta por muitos e muitos anos.

Hospital Regional de Santarém supera a marca de 6 mil exames de cateterismo

Devido à sobrecarga de compromissos, muitos brasileiros têm descuidado da saúde. Alimentação inadequada, poucas horas de sono e a falta de exercício físico regular são comuns na vida da maioria da população. E o coração é um dos órgãos que mais sofrem as consequências dessa falta de cuidado. Com Jailton Sales, também foi assim. Após adiar por algumas vezes o exame médico, na semana passada ele foi submetido a um exame de cateterismo cardíaco no Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA). No mesmo dia, a unidade atingiu a marca de seis mil procedimentos desse tipo realizados desde 2009, quando o Serviço de Hemodinâmica passou a ser disponibilizado pela instituição para a população do oeste paraense.

“Eu não gostaria de ter sido o paciente que atingiu esse número, porque preferia estar bem de saúde. Mas, como foi necessário, posso dizer que é motivo de alegria pelo fato de ter sido bem atendido e de o serviço oferecer qualidade para o usuário”, comentou o paciente, que é morador do município de Monte Alegre, distante 126 quilômetros de Santarém, onde está localizado o hospital.

O cateterismo cardíaco é um procedimento invasivo pelo qual é possível identificar se as veias coronárias ou artérias estão obstruídas por uma placa de gordura e, ainda, observar o funcionamento das válvulas e do músculo cardíaco. O exame é realizado com a introdução de um cateter no corpo, a partir da perna, do braço ou do punho do paciente, que é guiado até o coração. Durante o exame é injetado um líquido de contraste que possibilita a visualização dos vasos e cavidades do coração. A partir do cateterismo, o médico avalia se é necessário tratamento cirúrgico.

Para o médico hemodinamicista do Hospital Regional de Santarém, Jorge Hayashi, a oferta do serviço na região facilitou o acesso da população a procedimentos de alta complexidade. Ele comentou que a marca de seis mil exames de cateterismo cardíaco também representa muito na sua trajetória profissional. “Atuando em Santarém, eu consigo ter um contato mais próximo com o paciente. Por isso, esse número me faz olhar para trás e ver que preciso continuar melhorando e ajudando as pessoas no que for possível. O nosso interesse é no bem-estar do usuário”, contou o médico.

O diretor-geral do hospital, Hebert Moreschi, também vê este índice como um marco para a região. Segundo ele, isso é consequência da política de descentralização da alta complexidade para o interior do Estado, que facilitou o acesso da população a serviços especializados. “Com esses exames, seis mil pessoas deixaram de ter que viajar para Belém ou até mesmo para outras capitais do País para realizar o procedimento. Elas encontraram aqui, em Santarém, as condições e estrutura para realizar todo o procedimento e acompanhamento. E isso, próximo às suas famílias e amigos. Então, para nós, é um momento importantíssimo, no qual a maior beneficiada é a população do oeste do Pará”.

Por Ana M. Negreiros

Evangelho do Dia (20/02/2017)

Evangelho (Mc 9,14-29)

Naquele tempo, 14descendo Jesus do monte com Pedro, Tiago e João e chegando perto dos outros discípulos, viram que estavam rodeados por uma grande multidão. Alguns mestres da Lei estavam discutindo com eles.

15Logo que a multidão viu Jesus, ficou surpresa e correu para saudá-lo. 16Jesus perguntou aos discípulos: “Que discutis com eles?” 17Alguém na multidão respondeu: “Mestre, eu trouxe a ti meu filho que tem um espírito mudo. 18Cada vez que o espírito o ataca, joga-o no chão e ele começa a espumar, range os dentes e fica completamente rijo. Eu pedi aos teus discípulos para expulsarem o espírito, mas eles não conseguiram”.

19Jesus disse: Ó geração incrédula! Até quando estarei convosco? Até quando terei de suportar-vos? Trazei aqui o menino”. 20E levaram-lhe o menino. Quando o espírito viu Jesus, sacudiu violentamente o menino, que caiu no chão e começou a rolar e a espumar pela boca.

21Jesus perguntou ao pai: “Desde quando ele está assim?” O pai respondeu: “Desde criança. 22E muitas vezes, o espírito já o lançou no fogo e na água para matá-lo. Se podes fazer alguma coisa, tem piedade de nós e ajuda-nos”.

23Jesus disse: “Se podes!... Tudo é possível para quem tem fé”. 24O pai do menino disse em alta voz: “Eu tenho fé, mas ajuda a minha falta de fé”. 25Jesus viu que a multidão acorria para junto dele. Então ordenou ao espírito impuro: “Espírito mudo e surdo, eu te ordeno que saias do menino e nunca mais entres nele”.

26O espírito sacudiu o menino com violência, deu um grito e saiu. O menino ficou como morto, e por isso todos diziam: “Ele morreu!” 27Mas Jesus pegou a mão do menino, levantou-o e o menino ficou de pé.

28Depois que Jesus entrou em casa, os discípulos lhe perguntaram a sós: “Por que nós não conseguimos expulsar o espírito?” 29Jesus respondeu: “Essa espécie de demônios não pode ser expulsa de nenhum modo, a não ser pela oração”.

— Palavra da Salvação.

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Evangelho do Dia (19/02/2017)

Anúncio do Evangelho (Mt 5,38-48)

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 38“Vós ouvistes o que foi dito: ‘Olho por olho e dente por dente!’ 39Eu, porém, vos digo: Não enfrenteis quem é malvado! Pelo contrário, se alguém te dá um tapa na face direita, oferece-lhe também a esquerda!
40Se alguém quiser abrir um processo para tomar a tua túnica, dá-lhe também o manto!
41Se alguém te forçar a andar um quilômetro, caminha dois com ele!
42Dá a quem te pedir e não vires as costas a quem te pede emprestado.
43Vós ouvistes o que foi dito: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo!’
44Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos e rezai por aqueles que vos perseguem! 45Assim, vos tornareis filhos do vosso Pai que está nos céus, porque ele faz nascer o sol sobre maus e bons, e faz cair a chuva sobre justos e injustos.
46Porque, se amais somente aqueles que vos amam, que recompensa tereis? Os cobradores de impostos não fazem a mesma coisa?
47E se saudais somente os vossos irmãos, o que fazeis de extraordinário? Os pagãos não fazem a mesma coisa? 48Portanto, sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito!”

— Palavra da Salvação.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Governo constrói Polo Gastronômico de Alter do Chão

Conhecida internacionalmente pela beleza de suas praias e paisagens naturais, Alter-do-Chão, em Santarém, no oeste paraense, passará a ter em seu "cardápio" de atrações turísticas um Polo gastronômico. O projeto de construção está em andamento, sob a coordenação e supervisão da Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).
No final da tarde desta sexta-feira, 17, em Santarém, na sede do Sebrae, foi apresentado o diagnóstico do projeto de criação do Polo. Participaram Olavo das Neves, presidente da Codec e Michel Martins, gerente do Sebrae; além de representantes do ramo da hotelaria, empresários, vereadores, secretários municipais e o prefeito de Santarém em exercício, José Maria Tapajós.

O segmento piloto do projeto são as doceiras da vila de Alter-do-Chão. Há décadas, elas produzem doces de diversos sabores e com receitas originais que atraem o apetite de milhares de turistas e visitantes durante todo o ano.

Michel Martins, que fez a apresentação do diagnóstico, disse que houve um levantamento de dados para traçar o perfil de um grupo de 50 doceiras e avaliar as condições de produção dos doces. “Bem como avaliar os procedimentos de gerenciamento dos empreendimentos, fazendo uma abordagem da situação real das empresas, com a finalidade de subsidiar a equipe do Sebrae Santarém para elaboração das ações a serem implementadas”, explicou Martins.

As doceiras já são uma marca de Alter-do-Chão. Algumas vendem seus doces há mais de 30 anos. “Esse diagnóstico é a primeira etapa. Uma fotografia de como se encontra hoje esse grupo de doceiras, e apresentou pontos necessários e positivos. Foram avaliadas práticas de higiene e sustentabilidade. Existem temas de melhorias que também serão trabalhados após ouvi-las novamente”, disse Michel Martins.

Após a apresentação desse diagnóstico será elaborado um plano de trabalho que resultará na implementação do Polo Gastronômico. Para o presidente da Codec, além de gerar emprego e renda, a criação do Polo Gastronômico irá impulsionar o turismo na região e servirá de base para implementação de polos em otras regiões do estado do Pará.

“Aqui é uma marca chamada 'Ater-do-Chão' que ajudará a impulsionar o projeto. Alter Chão, agregada à outra marca mundial que é a Amazônia, vai gerar recursos e empregos à comunidade. A ideia é desenvolver tudo isso ainda neste ano", completou.

O projeto é desenvolvido pelas Secretarias de Estado de Turismo e de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme) e a Codec, com apoio da Câmara Municipal e prefeitura.

Distante 33 quilômetros de Santarém, Alter-do-Chão é conhecida mundialmente pela beleza de suas praias e pela realização da festa do Sairé durante o mês de setembro. O doce regional produzido na vila passará a incluir esse rol de atrativos. “Vamos sair do ponto zero e criar estrutura e qualificação para produção e até mesmo uma marca para comercializar não só aqui, mas no âmbito estadual, nacional e até internacional. Haja vista que o turismo nos abre essas portas”, finalizou Olavo das Neves.

Segundo o prefeito em exercício, José Maria Tapajós, a apresentação do diagnóstico serviu para demonstrar a potencialidade econômica de Alter-do-Chão. "Temos que parar de falar de Alter-do-Chão apenas pela potencialidade turística, somos muito mais e este diagnóstico mostrou uma potencialidade econômica importante que necessita de apoio", disse Tapajós.

Por Alailson Muniz

Órgãos públicos definem medidas para garantir acesso de diabéticos a medicamentos no Pará

Instituições públicas ligadas à área da saúde e órgãos de fiscalização definiram em Belém na última terça-feira, 14 de fevereiro, rotinas de atuação para a defesa do direito dos diabéticos ao acesso a medicamentos fornecidos pelo poder público no Estado. O objetivo foi dividir as tarefas entre as instituições para tornar mais rápido e eficiente o trabalho de cada uma delas e, consequentemente, o atendimento aos pacientes.

Convidados pelo Ministério Público Federal (MPF) a discutir o tema, por meio do Procurador Regional dos Direitos do Cidadão, Felipe de Moura Palha, participaram da discussão representantes do Ministério Público do Estado do Pará (MP/PA), da Procuradoria Geral do Estado do Pará (PGE/PA), da Defensoria Pública do Estado (DPE/PA), da Advocacia-Geral da União (AGU), da Defensoria Pública da União (DPU), da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), da Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma) e da Associação dos Diabéticos do Estado do Pará (Adepa).

Foram estabelecidas rotinas de atuação para o acesso a três grupos de medicamentos: 1) os medicamentos citados na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (Rename) no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), chamados de medicamentos padronizados; 2) os medicamentos não padronizados de fornecimento obrigatório segundo sentença de 2016 da Justiça Federal no Pará (saiba mais em http://bit.ly/sentenca2016); e 3) os medicamentos não padronizados não previstos na sentença e bomba de insulina.

Veja como ficou a rotina de atendimento e defesa de direitos em relação a cada um desses grupos de medicamentos:

1) Medicamentos padronizados:

O acesso aos medicamentos padronizados (metformina 500mg e 850mg, glimencamida 5mg, glicazida 30mg e 80mg, insulina NPH e insulina regular e insumos) será feito por meio de qualquer unidade municipal de saúde em todos os municípios do Estado mediante cadastro no programa Hiperdia. Caso o atendimento for negado, o paciente deverá procurar a Defensoria Pública do Estado, que vai atuar por meio do ofício da fazenda pública/saúde. O telefone de atendimento da Defensoria Pública do Estado em Belém é o (91) 3239-4063. Informações sobre endereços e telefones em todo o Estado: http://bit.ly/contatosdpepa .

 2) Medicamentos não padronizados de fornecimento obrigatório segundo a Justiça Federal:

Em Belém, o fornecimento desses medicamentos (saiba mais em http://bit.ly/sentenca2016) será feito pelo Centro de Especialidades Medicas e Odontologicas (Cemo), sendo que os pacientes deverão antes registrarem-se na Sesma, localizada na travessa do Chaco, 2086, no trecho entre as avenidas Almirante Barroso e Rômulo Maiorana. Os pacientes dos demais municípios devem procurar os Centros Regionais de Saúde da Sespa (contatos:http://bit.ly/contatoscrs) ou a assessoria especial da secretaria, na capital. Caso o atendimento não for feito, a defesa de cada paciente será feita pela Defensoria Pública da União em Belém, Altamira e Santarém (contatos:http://bit.ly/contatosdpupa). Nos demais municípios não abrangidos pela DPU, a Defensoria Pública do Estado assumirá a demanda. Em municípios onde não houver defensor público, a demanda será atendida pelo Ministério Público do Estado do Pará (contatos: http://bit.ly/contatosmppa).

3) Medicamentos não padronizados não abrangidos pela sentença e bomba de insulina:

Os pedidos devem ser encaminhados aos Centros Regionais de Saúde da Sespa (http://bit.ly/contatoscrs) ou à assessoria especial da secretaria, na capital, e devem obedecer a instrução normativa nº 2, de 05 de abril de 2016 (íntegra em http://bit.ly/in22016). A Sespa comprometeu-se a analisar os pedidos em 30 dias. Como destacado na instrução normativa, é essencial que, ao prescrever medicamentos desse tipo, o profissional responsável elabore justificativa técnica consistente, fundamentando, assim, essa excepcional orientação clínica (tendo em vista o que determina a lei 12.401/2011 e o decreto 7508/2011), na qual indique:
a) qual a doença, com o respectivo número de CID; b) quais os motivos da exclusão dos medicamentos previstos nos regulamentos citados, em relação ao paciente (refratariedade, intolerância, interações medicamentosas, reações adversas, etc); c) menção à eventual utilização anterior, pelo usuário, dos fármacos utilizados, sem resposta adequada; d) quais os benefícios do medicamento prescrito no caso concreto;
e) apresentação de estudos científicos eticamente isentos e comprobatórios dessa eficácia (revistas indexadas e com conselho editorial); f) informação sobre existência de prova de segurança, eficácia, efetividade e custo/efetividade do insumo em causa, conforme critérios propostos pela Medicina Baseada em Evidências (MBE); g) informação sobre existir (ou estar em curso) deliberação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec-MS) a respeito da possível incorporação do fármaco no SUS (art. 19-Q, da Lei n. 8080/80), e, por fim, f) manifestação sobre possíveis vínculos, formais ou informais, do prescritor com o laboratório fabricante do produto em comento. Caso o atendimento não for feito, a rotina de defesa será igual à relativa ao não fornecimento dos medicamentos do segundo grupo: a defesa de cada paciente será feita pela Defensoria Pública da União em Belém, Altamira e Santarém (contatos: http://bit.ly/contatosdpupa). Nos demais municípios não abrangidos pela DPU, a Defensoria Pública do Estado assumirá a demanda. Em municípios onde não houver defensor público, a demanda será atendida pelo Ministério Público do Estado do Pará (contatos: http://bit.ly/contatosmppa).

Em todos os casos de não atendimento aos pacientes, as instituições que trabalharem na defesa deles vão encaminhar ao MPF cópias das atuações administrativas e judiciais, para análise.

Ascom Ministério Público Federal no Pará

Ufopa abre vaga para professor substituto de Sociologia da Educação

A Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) publicou no último dia 14 o edital nº 13/2017 de processo seletivo para contratação de professor substituto para o Instituto de Ciências da Educação (Iced), no Campus de Santarém, para a área de Sociologia da Educação. O regime de trabalho é de 40 horas semanais. A remuneração varia de acordo com a titulação, podendo ser de R$ 3.985,89 a R$ 4.667,12, já incluído o auxílio alimentação.

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas pessoalmente, na Secretaria Acadêmica do Iced ou por Sedex, com data de postagem até o último dia de inscrição e recebimento no prazo de até 5 dias úteis, a partir do final das inscrições.

A vaga será aberta incialmente a candidatos com título de Mestre, com prazo de inscrições de 15 de fevereiro a 10 de março. Caso não haja homologação de inscrições, haverá reabertura para candidatos com especialização, de 20 de março a 13 de abril.

A avaliação será constituída de prova escrita, prova didática e julgamento de títulos, aplicada no período de 27 a 31 de março ou 3 a 9 de maio no Campus Santarém, Unidade Rondon, bloco H, com início às 8h.

O contrato terá o prazo de um ano, podendo ser prorrogado até dois anos. Candidatos que já tenham sido contratados sob o regime da Lei nº 8.745/1993 podem concorrer desde que o contrato anterior tenha encerrado 24 meses antes da nova contratação.

Mais informações:

· Edital de Abertura de processo Seletivo nº 13/2017

· Formulário para Inscrição no PSS

· Formulário para Recursos 

Acompanhe o processo seletivo na página de Concursos. 

Comunicação/Ufopa